quinta-feira, 17 de agosto de 2017


O Silêncio dos Gritos


O silêncio nem sempre é calmo e quieto
Ele grita como um homem apanhando, levando chicotadas
E sendo o réu dos chicoteadores
Que silencia a voz do homem que grita



Gritos inquietantes, perturbadores do réu daquela noite
Que lagrima-se ao silêncio da meia noite
És mais um inocente sendo morto pelos cafetões delinquentes
Que tira do homem ser, a sua vida, e leva-se consigo um parabéns
Porém, na próxima noite tem, mais um que gritará



Não irá ser salvo por ninguém, apenas pela inquietude
Do silêncio das cordas vocais que fará daquela noite
Uma meia noite, única para aquele réu
Mas, mais uma para os cafetões comprimem as suas missões.

https://www.pensador.com/colecao/ketelytemperalmela/
Quando o homem escreve mais em base aos outros do que ele mesmo, percebe-se que ele é mais os outros do que si próprio.
Bonito mesmo é não pegar ideias dos outros, é criarmos as nossas próprias ideias, é ampliarmos o nosso vocabulário sem precisar usar de outras pessoas. É buscarmos mais dentro de si do que dos outros. Bonito mesmo é criar o que ainda não existe, isso é ser o autor de seu próprio engenhar.
Criar não é buscar palavras novas para dar vida a um texto, mas sim, o homem escritor dar vida ao seu texto com o seu próprio talento sem precisar utilizar de outros.
O homem sábio tem originalidade em tudo que faz, em tudo que cria.
Ser escritor é copiar nada de ninguém, nem uma vírgula, nem uma palavra, é você criar algo do zero, de sua própria imaginação, de sua própria inteligência.
Ser escritor é inspirar sem copiar. É criar com base em seu conhecimento e aprendizado, e não dos outros. Quando o homem escritor utiliza mais palavras, pensamentos, reflexões e ideias dos outros do que dele em suas criações, ele tão pouco descobrirá quem é o escritor que existe em si, quem é ele como escritor, mas saberá que precisa dos outros para criar algo que, talvez parece não conseguir sozinho.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017



Olá, amigos seguidores. Convido-lhes para avaliar anonimamente o blogue "O sopro de Esopo", para quem ainda não conhece e tem curiosidade em conhecê-lo o link é esoponovagao.blogspot.com, para deixar a sua mensagem é só clicar em https://esopo.sarahah.com/ e escrever. Caso queira avaliar identificando-se é só deixar o seu nome, link para acessarmos. 

Obrigada!